terça-feira, 7 de junho de 2011

Esquadrão do Amor, do SBT - Entre virgem e saia "experimentada"

Agregador de links
Como eu morei até meus primeiros vinte anos no Nordeste, vi acontecer diversas vezes o seguinte: o agricultor e pequeno pecuarista leva sua novilha, marrã de cabra com peso entrando na idade adulta para "tomar cria" com o touro. Dai, aquele agricultor geralmente combina com o outro, dono do touro, que vai colocar sua pequena rês para "enxertar". O outro, como não tem nada a perder, a não ser alguns ML de esperma do seu cachaço, consente com o feito.

Amarra-se pois a bichinha, no caso dela ser arredia, e solta-se o animal macho que cheira, e cheira a genitália da fêmea, até que o instinto o impele a arremeter e forçar uma penetração pelo canal vaginal do bicho fêmea. Depois disso, o animal pode vir a repetir em outras etapas, caso não saia do cio. Mas enquanto o feito se dá, o pequeno agricultor fica ali contemplando a cruza, ajudando na penetração, se for o caso.

Eu comparo essa situação bizarra ao programa "Esquadrão do Amor", do SBT. Em ambos os casos, o eixo central da coisa é fazer com que algum cabaço seja arrancado. Quem nunca "meteu, agora vai meter!" Os apresentadores, como verdadeiros expectadores sexuais, ficam rondando a moça, a té que a abordam com a pergunta: "Voce já transou?"

Isso já foi verificado em três episódios, de forma que está claro: faz parte do quadro. No programa de hoje, a "vaqueira", traquejando a mimosa para o tronco, diz: "Voce precisa se soltar". Claro, ela já o cabaço mesmo, há no mínimo três década! Pudera"

Eu acho de péssimo gosto essa "punheta", essa masturbação psicológica que fazem na TV brasileira. Programas cujo teor lança mão de assuntos tão pessoas, onde a intimidade das pessoas é comprada por alguns minutos de fama. Ridículo! E é ridículo porque esses assuntos, ser virgem, não ser virgem, são coisas tão pessoais! Duro é ver alguém vendendo essa ideia: deixe de ser virgem, voce tem que perder a virgindade, etç! Só poderia mesmo vir da boca de alguém que já passou por sua juventude há décadas, para quem a intimidade já virou produto de prateleiras no mercado da mídia.

Abaixo, duas fotos que são minha homenagem ao programa mencionado. Isso, traqueja, empurra, alinha, direciona, guia...isso, entrou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com responsabilidade!